11 de janeiro, 2009

Joaninhas de chocolate para o jardim da Hello Kitty

Aqui vai uma idéia fácil para decorar bolo infantil. Monte ao seu gosto o jardim, ou faça como o meu aí em cima. Usei palitos de chocolate (compre em casa de doces) chocolate granulado preto e verde, chantily, flores de açúcar comprada pronta e a piscina fiz com gelatina incolor diluida em um pouco de água e corante (use apenas uma gota do corante em gel, de preferência com um palito de dente). É preciso esperar firmar um pouco antes de colocar em cima do bolo. Já as joaninhas é só comprar a forma em loja especializada (comprei a minha na Barra Doce em Moema/SP) e utilizar conforme foto abaixo:
Cortei o bico de um pote daqueles de catchup e enchi de chocolate fracionado derretido. Na foto está o preto, mas ficou melhor com o chocolate branco. Para o chocolate fracionado não é preciso fazer a temperagem, apenas espere secar e desenforme.

Ficaram assim as joaninhas com chocolate branco. Aí é só usar conforme a imaginação de cada um! Minha cliente comprou vela em formato da Hello e algumas bonecas tamanho mini para colocar em cima do bolo

Escrito por Marcia Rosa
4 de janeiro, 2009

mini cuscus de frango

Categoria: entrada

Normalmente as pessoas me perguntam como consigo fazer várias coisas ao mesmo tempo…alguns acham que nem coloco a mão na massa…muito pelo contrário. Em eventos pequenos acabo fazendo quase tudo sozinha. Existe uma palavra para que tudo dê certo: ORGANIZAÇÃO. Escrevo tudo que vai ser utilizado, faço as compras e já deixo tudo assim, lavado, picado e pronto para usar.
Acima, os ingredientes usados no cuscus: tomate (sempre sem pele e sementes) , salsinha, talo de salsão e pimentão vermelho: tudo bem picadinho
Peito de frango cozido em agua e sal e desfiado.
Aqui o mini cuscus pronto…o segredo é não colocar muita farinha de milho, para que fique úmido e saboroso. Algumas pimentas para a decoração.
Este é um prato que rende muito…Pode-se variar como quiser: substituindo o frango por legumes cozidos e picados (vagem e cenoura), acrescentar milho, ervilhas, atum em lata ou sardinha… Não tenho medidas, faço tudo a olho, assim:

  • Refogue em azeite os ingredientes acima picados, acrescente o peito de frango e um tanto de água fria (para cada xicara de água, mais ou menos 01 de farinha de milho). Tempere a gosto com sal, molho de pimenta e caldo de galinha.
  • Quando começar a ferver, acrescente a farinha de milho flocada de uma só vez e mexa sem parar. Cozinhe por uns 05 minutos sem parar de mexer em fogo baixo. Quando começar a desprender da panela está no ponto. Espere amornar e coloque em forminhas pequenas, do tipo de empadas. Depois de frio, ele firma bem, portanto cuidado com a quantidade de farinha.
Escrito por Marcia Rosa
2 de janeiro, 2009

Salada de aspargos frescos

Categoria: salada

Nossa, é só ficar uns dias sem blogar que já sinto saudades!!! Estou cheia de receitas boas para postar e começo o ano com uma saladinha de aspargos frescos. Na foto saiu escura, mas os aspargos estavam bem verdinhos. Tirei a idéia de um livro que não me lembro o nome (deixo metade da minha coleção de livros de receitas no restaurante e fiz os aspargos em casa).

  • 01 maço de aspargos frescos (250 gr)
  • 01 limão siciliano
  • 01 ovo cozido por 05 minutos (contar após fervura)
  • sal e pimenta moída na hora
  • 01 pitada de glutamato
  • 02 dentes de alho picados e fritos até dourarem
  • azeite
  • 1/4 cebola roxa picadinha

Retire uns “04 dedos” do cabo dos aspargos e despreze. Coloque o restante para cozinhar com água e sal até amaciarem. Pique o ovo bem picadinho e jogue por cima. Misture o restante dos ingredientes em uma vasilha e regue por cima da salada.
Servi com um risoto de camarões. Faço a versão tradicional do risoto, porém “abafo” nos últimos minutos pois aqui em casa ninguém gosta do risoto “al dente”, fica meio japonês, com o arroz bem macio e uso bem pouca manteiga.

Escrito por Marcia Rosa
19 de dezembro, 2008

mensagem de fim de ano

Categoria: Sem categoria

“O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso, existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis”…

Fernando Pessoa

A todos que por aqui passam, deixando ou não comentários gostaria de desejar muitos momentos inesquecíveis e um Natal com Paz, Saúde e Boas energias!
Que 2009 seje um ano de mais tranquilidade ao mundo, mais consciência das pessoas na preservação dos verdadeiros valores e que cada um de nós faça sua parte, à sua maneira, por um mundo melhor!!!

Márcia Rosa
imagem: www.enzedblue.com

Escrito por Marcia Rosa
12 de dezembro, 2008

Comidinhas…de um evento

Ando devendo umas visitinhas às minhas amigas virtuais, mas no final de ano sempre é uma loucura…Final de semana uma cliente me pediu um “jantar” a base de comidinhas…nada muito formal para uma reunião de boas vindas de um amigo especial. Foi no apartamento dela e eu elaborei um cardápio que pode servir de idéia como entrada para o Natal. Como ela sempre vem me fazer uma visitinha por aqui, logo perguntou se eu ia colocar tudo no blog. Claro, que sim!
Aqui na foto ficou faltando uma sopa creme de alho poró a ser servida no final.
Alguns dos pratos:
Quiche de tomate seco, tomatinho cereja e manjericão fresco. Neste caso, faço a massa, forro o fundo da forma com mussarela ralada e no creme de queijos misturo o tomate e o manjericão.
Caponata de berinjela que foi servido com pão sírio e ciabatta. Ah, também fiz o patê de cebolas assado da Cinara
Rolinhos de abobrinha com ricota e hortelã. O molhinho é feito de yogurte com toque de limão siciliano. Fico devendo a receita na íntegra num próximo post
Canapé de creme de abóbora e carne seca. Faça uma base de torrada, um purê de abóbora temperado com creme de leite e a carne seca dessalgada, cozida, desfiada passada rapidamente na manteiga
Trufas de queijo defumado com castanha do pará.
Comprei ricota defumada com pimenta e numa proporção de meio a meio com ricota comum, amasse e tempere com orégano fresco, azeite e um pouco de creme de leite ( o suficiente para ligar tudo). Faça bolinhas e passe em castanha do pará triturada e misturada com um pouco de salsa picadinha.
As sobremesas ficam para um próximo post.

Escrito por Marcia Rosa
4 de dezembro, 2008

Mais um mimo…

Categoria: Sem categoria

Ganhei este mimo da queridíssima Andréa, que nunca se esquece de me fazer uma visitinha aqui no blog…Sempre fico feliz de ser lembrada pelos amigos “virtuais” (mas nem tanto…)quem sabe um dia não conheço estes amigos pessoalmente? Teoricamente eu teria que repassar este prêmio para outras 15 pessoas. As que eu visito pelo visto já ganharam…(puxa, preciso de mais tempo livre para visitar tantos outros blogs)…portanto, vc que passa por aqui e ainda não ganhou o mimo, sinta-se à vontade, como recebido!

Escrito por Marcia Rosa
28 de novembro, 2008

Salada com ovos pochê e crocante de parmesão

Categoria: salada

Vi esta salada no programa Chef a domicilio, um dos poucos programas culinários divertidos, original e com um chef de babar! Como adoro queijo, ovo com gema mole resolvi fazê-la. Só não pode se dizer que é um prato light….
Para o crocante de parmesão: (da próxima vez, trocarei o parmesão por mussarela)

  • Coloque um punhado de parmesão em uma assadeira com teflon (se não tiver vai na frigideira mesmo, em cima do fogo)

Espalhe o parmesão na assadeira formando circulos (calcule um para cada pessoa). Leve ao forno alto por uns 15 min.

Para o ovo poché:

  • Coloque uma panela com um copo de água e algumas gotinhas de vinagre. Quando ferver, quebre um ovo em uma tigelinha e coloque com cuidado dentro da água fervente. Retire com cuidado com uma escumadeira quando a clara estiver cozida e a gema mole. Faça um ovo de cada vez.

Para o molho: (achei dispensável)

  • 02 gemas
  • 01 colher de sopa de mostarda Dijon
  • pitada de sal
  • 01 dente pequeno de alho

Bater tudo no liquidificador regando um fio de azeite até emulsionar.

Lavei 01 pé de alface americana e temperei com sal, ajinomoto e azeite. Coloquei o ovo poché, pimenta moída e o crocante. Por último, umas gotas do molho.

Escrito por Marcia Rosa
23 de novembro, 2008

Pavê de morangos e uma homenagem

Categoria: pavês, sobremesa

Este foi um ano especial em muitos aspectos e um deles é a turma desta foto (estão lá os formandos, eu e minhas filhas e o tutor). São os formandos da AIEC, que escolheram a minha empresa para o TCC deles. Sábado foi a última apresentação e fui convidada para dar meu depoimento. Foi muito gratificante conviver com o grupo durante este ano. Aprendi muito e coincidiu com o “nascimento” da minha confeitaria. Presto aqui a minha homenagem a todos os formandos e dedico à eles esta sobremesa. Para quem quiser conferir outras receitas doces, montei outro blog. É só clicar aqui

CREME

  • 01 lata de leite condensado
  • 03 latas de leite de vaca
  • 01 ovo inteiro + 01 gema
  • 200 ml de creme de leite fresco
  • 02 colheres de sopa de amido de milho
  • 02 colheres de sopa de açúcar

Leve ao fogo o leite. Enquanto isso, bata o ovo com a gema e o açúcar com fouet ou batedeira até ficar clarinho. Acrescente o amido de milho e o leite condensado. Quando o leite começar a ferver, jogue esta mistura e mexa sem parar. Diminua o fogo e cozinhe até engrossar e não ficar o gosto do amido. Deixe esfriar bem (importante: colocar um filme plástico colado no creme para não formar película depois de frio). Eu prefiro o creme de um dia para o outro.
Depois de frio, bata o creme de leite fresco até formar “picos”. Misture delicadamente ao creme já frio, acrescente umas 02 gotas de essência de baunilha e prove. Se estiver sem doce, coloque um pouco de leite condensado.

RECHEIO

  • Bolacha tipo maisena (01 pacote e meio)
  • 02 caixas de morangos frescos .

Lavar os morangos, picar e colocar em uma vasilhas com 1/2 xic. de açúcar. Deixar repousando por 01 hora. Escorra o morango, mas reserve a calda que formar.
Passe os morangos em água filtrada para retirar os “resíduos” de açúcar.

MONTAGEM:

Coloque uma camada do creme, as bolachas umedecidas na calda de morangos (coloco licor de morango e um pouco de leite condensado – opcional), morangos picados.
Repita até acabar os ingredientes.

COBERTURA:

  • 200 ml de creme de leite fresco batido como chantily com 02 colh. sopa açúcar.
  • 100 gr de chocolate meio amargo raspado
  • morango para decorar (opcional)
Escrito por Marcia Rosa
21 de novembro, 2008

Meu pudim de leite condensado


Resolvi postar um simples pudim, porque apesar de ser uma sobremesa comum, para ficar bom tem lá seus segredinhos. O meu faço menos doce, rende uma forma grande (esqueci de medir o tamanho da forma!), e a calda para ficar escorrendo assim, faço à parte.

  • 01 lata de leite condensado Moça (não é propaganda, mas fica com sabor melhor!)
  • 06 ovos médios inteiros
  • 02 colheres de sopa de açúcar
  • mais ou menos 02 latas de leite comum (abro o leite na hora de usar)
  • 01 xic. de açúcar para queimar a calda.

Bater no liquidificador o leite moça e os ovos. Enquanto isso, caramelize a forma de pudim com o açúcar, levando ao fogo e com auxilio de um pano vá girando a forma de modo de queime por igual. Gosto de deixar um caramelo escuro, mas cuidado para não deixar passar do ponto.
Assim que estiver pronto o caramelo, coloque a forma em cima da pia e espere esfriar completamente. Se estiver com pressa, coloque dentro de uma bacia com água.

Coloque dentro a mistura batida, o leite (misturo dentro da forma com uma colher mesmo) e coloque em banho maria ( pouca água para não cair dentro da forma enquanto cozinha)
Tampe bem e o tempo de cozimento dependerá do tipo de tampa. Se veda bem, uns 25 minutos.
Faça o teste do palito. Se sair limpo, está bom.
Espere esfriar completamente e leve à geladeira. Desenforme e verá que a calda fica no fundo da forma. Coloque por alguns segundos no fogo para derreter e derrame sobre o pudim. Ou faça outra calda com 01 xic. de açúcar e 1/2 xic. de água. Use a calda depois de frio.

Escrito por Marcia Rosa
17 de novembro, 2008

Aula com chef Fabrice Le Nud

Categoria: facil

Fui assistir a uma aula com o chef Fabrice Le Nud sobre sorbets (fruta natural, água e açúcar) e glace (sorvete cremoso à base de gemas, leite e creme de leite fresco).Fui conferir se a técnica que aprendi no Japão era a mesma usada por ele. Para uma segunda feira chuvosa, a sala lotada, com certeza não estariam ali curiosos qualquer. Tinham muitos que já trabalhavam no ramo alimentício, alguns famosos: Ana Soares e Mara Salles (sim, isso comprova que podemos sempre aprender mais!), mas com certeza todos estavam atentos a absorver todas as informações possíveis.

Isso prova que aos poucos a cultura do brasileiro em relação aos sorvetes está mudando. Em São Paulo, já se encontra grandes chefs (Flávio Federico, Laurent Suadeau)que trabalham com um sorvete artesanal, sem emulsificantes, nem estabilizantes artificiais…Aqui no Brasil ainda estamos caminhando neste sentido, mesmo porque o preço deste sorvete não é competitivo em relação as marcas mais famosas (Mac Donald´s, Kibon, Nestlé). Mas depois que se prova um sorvete destes com certeza vc não vai mais querer tomar os industrializados

Aqui uma demonstração de macarons sendo recheados com sorbet de goiaba
Um bolo com base de suspiros (merengue suíço) e sorvete de avelãs. Na cobertura, uma escultura em crocante de amêndoas
Aqui, casca de maracujá, limão e chocolate fazem a base para colocar os sorvetes
Aqui uma base feita em crocante de amêndoas com sorvetes variados!

Para quem ficou com água na boca e mora em S.Paulo pode-se provar todas estas delicias na Patissêrie Douce France (www.patisseriedoucefrance.com.br). E para quem já quer a receita, adianto que é preciso uma sorveteira para produzir tanto a glace quanto o sorbet. Prometo postar o que aprendi em breve!

Escrito por Marcia Rosa
14 de novembro, 2008

Bolo de ameixas e doce de leite

Categoria: bolo

Quase sempre algum cliente pede a receita de um bolo ou doce que gosta…montei o blog para poder registrar algumas receitas e esta é especialmente para o Caio. É um bolo comum, só não uso doce de leite puro para não ficar tão doce, mas agrada a maioria principalmente porque lembra um bolinho caseiro, daqueles que comemos na infância na casa da tia…

Massa do bolo

  • 06 ovos
  • 01 xic. chá de açucar
  • 1 1/2 xic. chá de farinha de trigo fermentada peneirada
  • 100 ml de suco de laranja
  • 02 colheres sopa de óleo

Bater os ovos inteiros com o açúcar em batedeira por 15 minutos. Acrescentar a farinha aos poucos peneirada e por último o suco de laranja + óleo.

Levar para assar em forma redonda de 25cm de diâmetro., em forno pré aquecido 200 graus. por uns 30 minutos.

Recheio

  • 02 latas de leite condensado cozido por 30 minutos em panela de pressão (contar a partir do apito)
  • 200ml de creme de leite de caixinha gelado ou 200 ml de creme de leite fresco batido como chantily
  • 02 xic de chá de ameixas sem caroço picadas

Deixe a lata de leite condensado esfriar antes de abrir. Tirar da lata e acrescentar o creme de leite.
Cozinhar as ameixas com 300ml de água. até ficarem macias. Guarde o líquido que sobrar na panela.

Montagem:
Cortar o bolo já frio em duas partes. Umedecer a massa com o líquido da ameixas misturados com guaraná (proporção de meio a meio). Rechear com o doce de leite preparado e as ameixas.
Cobrir com a outra parte do bolo e repetir a operação. Faço esta montagem em forma de fundo removível e deixo descansando por umas 02 horas antes de desenformar e cobrir.

Cobertura:

  • 300ml de creme de leite fresco gelado
  • 03 colheres de sopa de açúcar

Bater na batedeira até virar chantily. Cuidado para não passar do ponto e virar manteiga. Uso o creme de leite da marca Salute.
Cubra o bolo e jogue coco ralado por cima. (uso da Sococo, coco em flocos)

Escrito por Marcia Rosa
8 de novembro, 2008

Patê da Cinara para o meme do dia do livro.

Este patê peguei no blog da Cinara...não tinha como dar errado! Tudo que esta menina faz é maravilhoso, não é a toa que o blog é acessado “trocentas” vezes por dia. Vou colocar este patê em homenagem ao Meme abaixo, porque sou fã de comer coisas assim com um belo café. Sou daquelas que sempre guarda uma fatia de pizza para o dia seguinte…Em relação à receita original, apenas acrescentei orégano fresco.

  • 01 xic. de cebolas (usei 02 cebolas roxas grandes, deu um pouco mais) picadas
  • 01 xic. de maionese light
  • 01 pote de cream cheese (200gr)
  • 01 xic. de parmesão (usei o ralado na hora)

Misture tudo e coloque em refratário. Leve ao forno até gratinar. Sirva morno com torradas ou ciabatta. Delicioso! :D

Escrito por Marcia Rosa
8 de novembro, 2008

Meme do dia do livro

Categoria: Sem categoria



A querida Valéria me passou o meme do dia do livro. Precisaria escolher três livros e postar aqui para vcs. Há alguns anos atrás (digo, antes da maternidade) lia muito. Hoje leio os livros na esteira da academia ou servem para pegar no sono.Gosto de livros e principalmente revistas. Para eliminar os excessos, costumo recortar as páginas daquilo que me interessa e montar pastas. Sem dó. Faço isso com revistas de receitas e decoração (minha segunda paixão!). Os livros costumo ler e doar. Acho que os livros não devem ficar mofando na estante. Devem circular e ir parar nas mãos de que os aprecia. Apenas os livros de culinária estão guardados com carinho. Aliás, preciso me conter…já não tenho mais onde guardá-los e quase sempre eles só servem de inspiração…não tenho o hábito de seguir receitas!

O primeiro livro chama-se “Comer, rezar, amar” de Elizabeth Gilbert, trata da história real de uma jornalista que separa-se do marido, pede demissão do emprego e durante um ano viaja sozinha para Itália (comer), India (rezar), Bali (amar). Bem humorada, conta sua jornada como se fosse uma amiga intima…Ainda não terminei o livro, falta a melhor parte (Bali) :D . O segundo é da Glorinha Kalil, sobre etiqueta. Leitura fácil, linguagem simples, direta, traduz os códigos de etiqueta e comportamento para os dias de hoje.
O último é sobre “investimentos inteligentes”, de Gustavo Cerbasi. Também tem uma linguagem acessível e é fiel à nossa realidade. Não é uma leitura que me dá prazer, mas informação nunca é demais!

Enfim, teria que repassar este meme para 05 amigas…são elas: Eliana Scaramal, Nana, Simone, Akemi e Bia.

Escrito por Marcia Rosa
5 de novembro, 2008

Rare Cheese Cake

Categoria: cheese cake

Esta é uma sobremesa fácil e com muitas variações. A minha aprendi no Japão, então tive que acrescentar mais açúcar para o nosso paladar e utilizo a bolacha maisena para a base. A cobertura fica por conta da criatividade e aquilo que tem em casa…fica bom com uma goiabada mole, frutas vermelhas (como eu fiz), ou simplesmente uma geléia de morango aquecida com um pouco de água ( para ficar mais líquida) com um pouco de kirsh.
Para uma forma de fundo removível, aro 18cm.
Base:
50 gr. bolacha maisena triturada (coloco dentro de saco plástico e passo rolo por cima, gosto mais crocante, por isso não deixo virar pó)
25gr. de manteiga

Juntar os dois ingredientes acima e apertar na forma para fazer o fundo da torta. Por para gelar.

Cheese cake:

  • 150 gr. cream cheese (usei Danúbio)
  • 02 colheres de sopa de limão

Misture os dois com um fouet (batedor arame), até ficar cremoso. Reserve

  • 01 gema
  • 100ml de leite quente
  • 70 gramas de açúcar
  • 8gr de gelatina incolor hidratada em 30ml de água fria

Bater a gema com açúcar até ficar com aparência de “maionese”. Junte o leite quente aos poucos e coloque em banho maria. Acrescente a gelatina hidratada. Retire do fogo, acrescente uma duas gotas de essência de baunilha e leve para esfriar.

Depois de frio, junte o o creme reservado e incorpore 150ml de creme de leite fresco batido em ponto de “picos moles” (não deixe virar chantily).

Despeje dentro da forma e leve para gelar.

Calda:

Fiz no olhômetro. Usei mirtillos (blue berries), framboesas e amoras congeladas. Coloco na panela a proporção de frutas para metade de açúcar. Deixo no fogo por uns 10 minutos.

Escrito por Marcia Rosa
4 de novembro, 2008

Aviso!

Categoria: Sem categoria

Pessoal, não deixem de visitar o blog do Flávio…lá tem um vídeo que no final resume aquilo que penso sobre confeitaria: “Ao contrário daqueles que acham a confeitaria uma ciência exata, eu acredito mais na aprendizagem da técnica e o desenvolvimento da sensibilidade, e em vez da preocupação em seguir receitas e gramas, usar a cabeça, coração e mãos“…

Escrito por Marcia Rosa
Página 7 de 10« Primeira...5678910...Última »