29 de dezembro, 2015 em Sem categoria

Encerrando ciclos

Olá pessoal!

Hoje não vim postar uma receita, mas sim dividir com vocês um assunto que combina com o final de ano. Normalmente nessa época fazemos nossos balanços, renovamos nossos planos, esperanças e energias para entrar em um novo ano.

Eu particularmente, não acredito em mudanças apenas porque “viramos”o ano. Este em especial, foi bastante “turbulento”…ano de dificuldades, em todos os ângulos. Apesar da crise no País, que afeta a economia, a credibilidade no governo e a esperança de alguma “luz”no final do túnel, carrego comigo um lema….”é nas dificuldades que nos reinventamos, crescemos e temos a oportunidade de melhorarmos”. Parece piegas, mas é exatamente neste momento de crise que somente os capazes sobreviverão com sucesso.

Sim, as pessoas estão mais conscientes e as empresas precisam se readequar a nova realidade que está por vir.

Nosso restaurante sempre foi simples, focado no bom atendimento e preocupado em  oferecer uma comida / sobremesas bem feitas com preço acessível. Estamos há 14 anos no mesmo endereço, sempre visando algo maior,  pensando nas mudanças necessárias, mas acabávamos sempre na ‘zona de conforto”. Precisou a proprietária da casa pedir o imóvel de volta para então a gente correr atrás de outro ponto.

Foram meses difíceis até decidir qual caminho tomar. Afinal, estávamos acostumados ao nosso modelo de negócio e precisei mergulhar a fundo na busca por imóveis ou restaurantes já montados. Depois de muita busca e pesquisa acabamos por achar um imóvel na mesma rua e decidimos montar do zero um novo restaurante.

São 21 anos de experiência acumulados no ramo alimentício. Foram 7 anos na Lapa, 14 no Brooklin. E na força dos “setênios”, 2016 será o ano de um novo ciclo.

A CASINHA foi sendo reconhecida no bairro pelo boca-a-boca. Sem placas, a casa sempre trabalhou no limite de ocupação. Com seu ambiente simples, precário até, mas com a boa vontade de fazer o melhor. E os nossos doces,  tão elogiados, ficavam quase como um achado, para os clientes que queriam levar uma encomenda nossa para casa. Em nossa pequena confeitaria de 13 m2, fazemos milagres em dias de muitas encomendas.

A CASINHA tomou nossos dias, nosso suor, (meu, do meu sócio e da nossa equipe), e independente de todos os problemas inevitáveis de uma empresa, funcionamos diariamente. Com um sorriso no rosto, nunca deixamos transparecer para os nossos clientes o que há por trás da nossa labuta diária. Ter e sobreviver a um negócio neste país não é para os fracos.

E agora está chegando a hora de irmos embora. De deixarmos A CASINHA, para enfim, ter  nosso primeiro restaurante com a nossa cara. Os dois primeiros restaurantes, compramos o ponto já montado. E vivemos a dificuldade de ir ajeitando aqui e acolá, para conseguir fazer acontecer.

Como diz meu amigo arquiteto, temos uma comida profissional, mas uma cozinha amadora. Agora, nossa cozinha vai ser profissional. Como técnica em edificações sempre me vi entre o fouet e a trena (risos). Entre uma reforma e outra, lá estava eu medindo, calculando, escolhendo acabamentos e cores.

Agora a coisa é mais séria. Como uma capricorniana persistente e teimosa, corro para aprender o que não sei. E até o final desta reforma, espero estar apta a montar uma cozinha semi industrial. São tantos detalhes, desde a coifa com sistema de lavagem, ao sistema de insuflamento de ar para deixar o ambiente em temperatura agradável para se trabalhar…E enfim teremos uma confeitaria onde poderemos aumentar nossa produção.

Também tem a parte deliciosa de escolher piso, cores, móveis. Meu arquiteto já teve vários restaurantes e tem um olhar apurado para tal. Nossa sintonia e empatia foi mútua e juntos estamos imaginando como ficará a nova Casinha.

E neste novo ponto, com tudo novinho, nosso nome também vai mudar. Carinhosamente chamamos nosso restaurante de A CASINHA, nome dado pelos clientes pois se sentiam realmente em casa enquanto almoçavam. E o imóvel térreo com árvores na frente realmente combina com o nome.

Agora, é um sobrado e nossa fachada será outra. Futuramente, temos planos de agregar um café, abrirmos aos sábados  e quem sabe um local para pequenos eventos. Ainda estamos pensando qual será o nome do novo restaurante/confeitaria. Por enquanto, posso dizer que estamos LUTANDO muito para que este novo local seja tudo que sempre sonhamos….oferecer boa comida/doces, preço justo, atendimento impecável num LOCAL  com conforto e beleza.

Não está sendo fácil. Todo esse processo envolve muito, mas muito trabalho, empréstimo bancário, dívidas e envolvimento de toda uma grande equipe. Tudo isso sendo feito em meio a crise que passamos.

Mas como eu disse lá em cima, como empresária, aprendi com meus mentores a importância da mudança. Hoje não basta fazer o melhor. É preciso humanização no ambiente de trabalho, fazer boas escolhas e parcerias com fornecedores de qualidade, oferecer bom produto a um valor competitivo e muita qualidade no atendimento. Isso tudo agrega valor ao produto oferecido.

É preciso coragem para encerrar um ciclo e começar outro. E somos eternamente gratos pelos 14 anos na Casinha…um lugar onde fizemos clientes, amigos e aprendemos muito.!

CONTINUAMOS TRABALHANDO ATÉ O FINAL DE JANEIRO!!!! NOSSO NOVO ENDEREÇO: AV PORTUGAL 624. INAUGURAÇÃO EM MARÇO PORÉM SEM DATA CERTA!

Que venha 2016! que nossa luta não seja em vão! e que nosso espirito de esperança e renovação se estenda a todos os clientes e leitores!

 


Escrito por Marcia Rosa


2 Comentários em “Encerrando ciclos”

  1. Vanessa em 30/12/15 escreveu:

    Que notícia maravilhosa! Fui frequentadora do restaurante e depois que meu endereço de trabalho mudou nunca mais voltei infelizmente. Passei na frente do antigo restaurante outro dia e fiquei triste quando o vi fechado. Desejo muito sucesso nessa nova fase, vcs merecem.

  2. Marcia Rosa em 30/12/15 escreveu:

    Oi Vanessa!

    Ainda estamos funcionando na mesma casinha que vc frequentava…Vou avisar quando inaugurar o novo endereço. Obrigada pela torcida! feliz 2016! bjs



Deixe uma comentário


Os comentários são moderados. Por favor, sem palavras feias.

Você pode usar:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>